• Dr. André Tolentino

Setembro Amarelo: como ajudar alguém que pensa em desistir? 💛

Por Dr. André Tolentino.


Não é falta de Deus, não é frescura, não é para "se aparecer".

A depressão, a ansiedade generalizada e a síndrome do pânico são doenças, assim como a diabetes, a gripe e a hipertensão e, como tal, merece cuidado!

Nunca minimize a dor do outro e não simplifique os problemas do próximo.

Desde 2014, a Associação Brasileira de Psiquiatria e o Conselho Federal de Medicina, organizam nacionalmente o Setembro Amarelo.

Segundo o Ministério da Saúde, são registrados cerca de 12 mil suicídios todos os anos no Brasil e mais de 1 milhão em todo mundo.

Por sua vez, cerca de 96,8% dos casos de suicídio estavam relacionados a transtornos mentais, como a depressão, a ansiedade e o abuso de substâncias, como álcool e drogas ilícitas.

Porém, com tolerância, prevenção e acompanhamento profissional, é possível mudar esta triste realidade.


Conheça o Kit Serenamente: CLIQUE AQUI.

Ouça, doe seu ombro para o choro, tenha empatia, escute os medos, os erros cometidos e tudo aquilo que tanto aflige seu amigo.

Escute sempre para ajudar, nunca para julgar!

Num mundo com tanta competição, exposição, consumismo, velocidade e comparação, as doenças emocionais encontraram um campo fértil, estamos ainda em processo de adaptação, então sejamos tolerantes com nossa mente e também com nossos erros.

Escute, seja amigo, demonstre empatia, seja tolerante consigo, seja tolerante com seus colegas e procure ajuda técnica.

Existem hoje produtos naturais, tratamentos menos invasivos e profissionais especializados que poderão ajudar a superar este momento de trevas.

Cadastre-se e receba diretamente em seu e-mail cada novo post do Blog CDV! 

 

Obrigado por assinar!